Turismo

Projeto TAMAR

Umas das bases pioneiras do país, instalada em 1987 em Regência, abrigam a Reserva Biológica de Comboios e o Centro Ecológico do Projeto Tamar.

A Reserva Biológica de Comboios, é uma unidade de conservação federal, que preserva 784,63 hectares de Mata Atlântica, considerada como o Complexo da Restinga, vegetação típica do estado. É o refúgio várias espécies animais ameaçadas de extinção, como a preguiça-de-coleira, o tamanduá e o macaco-prego. E ainda, o principal objetivo da base é monitorar e preservar a desova de tartarugas que utilizam as praias em torno para a perpetuação da espécie. Destaque para as tartarugas Cabeçuda (Caretta caretta) e a Gigante (Dermochelys Coriacea), também ameaçadas de extinção.

O visitante pode conhecer o Centro Ecológico do Projeto Tamar, um espaço de vivência da comunidade, centro de informações turísticas e ambientais.

Sua estrutura conta com uma biblioteca comunitária; auditório com programação de vídeo-comunitário, teatro, palestras e etc., lojinha com o artesanato local; esqueleto de uma Baleia Jubarte, aquários com túneis subterrâneos onde podem ser observados peixes e exemplares de tartarugas marinhas para pesquisa e educação ambiental, além da sala de exposição permanente com quadros, jogos e espécies de tartarugas marinhas empalhadas.

Visite o Projeto Tamar e entenda a importância do trabalho de preservação!

Surf

A estrada que margeia o mar da base do Projeto Tamar até a vila possui três pequenas entradas onde ficam estacionados os carros dos visitantes e surfistas. A primeira é majoritariamente frequentada por pescadores de arremesso. A segunda e a terceira entrada é mais frequentada por surfistas e em menor número banhistas.

A praia de Regência é considerada o melhor pico de surf do Espírito Santo. As principais ondas de regência se dividem em duas categorias: Uma delas é no Projeto Tamar, onde as ondas são mais próximas a costa, com o formato bem tubular, assim, proporcionado aos surfistas, manobras de rodos os tipos. A outra é a “Boca do Rio” onde se formam bancos de areia e as ondas quebram aproximadamente 1km da costa, numa extensão de 600 a 700 metros, podendo proporcionar junto a uma ondulação anelada, uma onda de até 2 minutos. A mesma, também são bem tubulares e oportuniza não só os surfistas profissionais, mas também aos amadores a executarem várias manobras.

O surf em Regência ocorre o ano todo, atletas de várias partes do país vem praticar o esporte, principalmente durante os campeonatos de surf.

As ondas variam de meio metro a dois metros, nos dias bons a onda costuma ser muito extensa e tubular.

Museu Histórico de Regência

Fundado em 2000, o museu recebeu nova programação visual e roteiro temático, sendo reinaugurado em 15 de abril de 2005.

Seu acervo é composto de painéis com textos e fotos, documentos históricos e objetos que contam de forma temática e interativa a história da evolução socioeconômica, ambiental e cultural (congo, parteiras, pesca, benzedeiras.) da comunidade e região, do Rio Doce e do herói nacional Caboclo Bernardo – seu filho ilustre.

Logo a frente do museu está instalada sua obra mais importante - a cúpula do centenário farol do Rio Doce, construção francesa de 1895, tombado pelo Conselho Estadual de Cultura em 2000 como patrimônio cultural do estado.

Praça

Construída na década de 80, a praça leva o nome do herói Caboclo Bernardo, com seu busto esculpido em bronze destacado no centro. Espaço de interação e lazer dos moradores e turistas é onde são realizadas as festas da comunidade.

Nela encontra-se a terceira igreja construída na vila, a Igreja Católica de Regência é um dos principais marcos histórico-geográficos da comunidade. Construída em 1950 com material trazido de Colatina (ES) por canoas, o monumento traduz a mudanças geográficas da vila ao longo das décadas. Em seu interior o altar com a centenária imagem de São Benedito esculpida em madeira, “Santo do Pau Oco” por ter seu interior oco, e o coreto. Em frente o velho cruzeiro. Abre para as rezas aos domingos, nos dias festivos e aos finais de semana no verão.

Casa do Congo

Está instalada em frente à igreja, é a sede do grupo de congo “São Benedito de Regência”, onde se apresenta em dias festivos ou simplesmente nos ensaios. Ali também são realizadas as reuniões do congo e os almoços comunitários.
Antes denominado “Tambor de Congo ou Tambor de São Benedito” – formado na época por dois tambores e dois ganzás ou reco-reco, a atual banda “São Benedito de Regência” criada em 1902, é composta aproximadamente por 25 conguistas entre jovens e os mais experientes que entoam cantigas e tocam tambores, ganzás e triângulo em coreografias de roda orquestrados pelo bastão e apito do Capitão.

Apresentam-se geralmente em épocas festivas meados de junho na comunidade, como: Festa do Caboclo Bernardo, Festa do Pescador, São Benedito e Santa Catarina (levantada do mastro), São Sebastião (derrubada do mastro) e em outras eventualidades.

O Congo é a manifestação cultural mais importante de Regência e genuinamente capixaba, acredita-se que exista desde o século XVIII.

Caboclo Bernardo, é considerado filho do congo e herói nacional pois na madrugada de 7 de setembro de 1887 salvou 128 vidas no naufrágio do navio de guerra da Marinha Brasileira, o Cruzador Imperial Marinheiro, ocorrido no mar próximo à foz do Rio Doce, na localidade de Regência Augusta. Foi condecorado com uma medalha de Honra ao Mérito cunhada em ouro, no Palácio do Catete – Rio de Janeiro, recebendo o título de Herói pela Princesa Isabel por ter sido considerado um ato de heroísmo e bravura o salvamento destas vidas. “ (Dados do Museu Histórico de Regência).
Para manter esta raiz cultural foi criada em 1987 a Banda de Congo Mirim Caboclo Bernardo, que se apresenta nas festas da comunidade e em ocasiões específicas. O Congo Mirim, é um projeto que teve início na escola VILA REGÊNCIA, e hoje está na Casa do Congo, com exatamente 17 integrantes.

Fique por Dentro

Informações importantes para sua visita

Como Chegar

Visualize o mapa com mais detalhes e saiba como chegar em cada comunidade.

Saiba Mais

Onde Ficar

Veja as acomodações mais aconchegantes que as comunidades da foz proporcionam para sua estadia.

Saiba Mais

Onde Comer

Para facilitar a sua busca veja a lista dos principais restaurantes.

Saiba Mais

Contatos

Telefone(s)

+55 27 99732-9788 - Regência
+55 27 99981-4075 - Povoação
+55 27 99740-1610 - Degredo
+55 27 99781-7283 - Pontal